Topo1Topo2Topo3

COMPROMISSO DE RECIPROCIDADE / 2018

         A matrícula de um aluno numa determinada escola é uma decisão particular de cada família. A partir do momento em que se efetiva a matrícula, a Escola e os responsáveis pelo aluno assumem compromissos recíprocos. Dessa forma, a família que matricula seu filho na EMEF Normélio E. Boettcher declara aceitar:

É também compromisso dos pais ou responsáveis, acompanhar periodicamente o desempenho de seu filho e comparecer à escola quando solicitado.

  1. Sair da Escola somente com autorização por escrito dos pais, juntamente com a autorização da Direção, que avaliará a justificativa, para que não haja prejuízo à aprendizagem;
  2. É de responsabilidade dos pais, justificar as faltas, no prazo de 48 horas, e dever do aluno buscar junto aos professores o conteúdo trabalhado nos dias de falta.
  3. Sair da sala de aula somente com autorização do professor, podendo sair apenas um aluno de cada vez;
  4. Cumprir o horário de entrada e saída das aulas e do reforço;
  5. Respeitar a todos como você gostaria de ser respeitado;
  6. Vir para Escola e aulas de Educação Física com roupas adequadas;
  7. O aluno só será dispensado da Educação Física mediante atestado médico ou justificativa por escrito do pai ou responsável;
  8. Trazer para a Escola o material escolar necessário para a realização das atividades escolares;
  9. Não utilizar materiais durante o período escolar, como máquinas fotográficas, jogos eletrônicos, aparelhos de som, notebook e similares que venham a atrapalhar a aprendizagem;
  10. Preservar e cuidar do patrimônio da Escola;
  11. Manter a Escola e sua sala de aula limpa;
  12. Evitar o desperdício da merenda, bem como, não utilizar a sala de aula para lanchar;
  13. Representar a Escola em outros ambientes, preservando nossa imagem positiva;
  14. Utilizar o nome da Escola, seus espaços e realização de atividades, somente com autorização da equipe diretiva;
  15. Utilizar o espaço da Escola apenas para atividades que sejam pedagógicas.

Conforme Projeto de Lei n° 2246 de 2007 fica proibido o uso de celulares nas escolas públicas.

          No caso de não cumprimento das regras, serão tomadas as seguintes medidas: